Introdução

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol é uma associação cuja principal missão é defender os interesses individuais e colectivos dos atletas. Desenvolve diversas actividades e disponibiliza múltiplos serviços de apoio e assistência aos associados.

É a voz activa do profissional de futebol junto de instituições governamentais e outras, estando representado na Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol (é o segundo sócio ordinário da assembleia com maior representatividade, com dez por cento dos votos), na Câmara de Litígios da FIFA, no Tribunal Arbitral do Desporto, no Conselho Superior de Desporto e no Conselho Nacional Contra a Violência no Desporto. A nível internacional, o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol integra a FIFPro (Fédération Internationale des Associations des Footballeurs Professionnels).

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol assume a defesa intransigente da classe, actuando nas áreas da educação, emprego e formação, da regulamentação desportiva e legislação, da fiscalidade, segurança social e seguros e da medicina no desporto.

Em colaboração com outras entidades, a estrutura sindical desenvolve projectos e estudos que visam a superação ou minimização dos muitos problemas com que os profissionais de futebol se debatem, procurando, incessantemente, a dignificação da carreira do jogador. Contribui ainda com intervenções e sugestões para a correcção das anomalias ou fragilidades do futebol português.

Com dois delegados diariamente em visita a clubes e a jogadores em todo o território nacional, por forma a prestar um serviço rápido e eficaz, o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol exerce a sua actividade com total independência relativamente ao patronato, ao Governo, a partidos políticos e a instituições religiosas ou a quaisquer agrupamentos de natureza não sindical.