“Fiquei surpreso por ter ganho o prémio”
16/04/2013

Dani (Arouca) recebeu do SJPF o prémio de Melhor Jogador Jovem da II Liga relativo a março.

João Oliveira Pinto, delegado da Zona Centro do SJPF, entregou a Dani, defesa do Arouca, o galardão de Melhor Jogador Jovem da II Liga, relativo ao mês de março.

“Não escondo que fiquei surpreso por ter ganho o prémio. É sinal de que o meu trabalho é reconhecido”, disse após a entrega do prémio.

Dani realçou ainda a importância da iniciativa do Sindicato. “Acho este tipo de distinções é muito importante. É mais uma motivação extra que os jogadores têm para ser avaliados mensalmente”, referiu acrescentando que para o futuro espera subir de divisão com o Arouca e que depois “logo se vê”.

Dani venceu a eleição para Melhor Jogador Jovem da II Liga em março com 48,4 por cento dos votos. João Amorim (Trofense) ficou na segunda posição com 17,8 por cento, Miguel Rosa (Benfica B), na terceira, com 12,1 por cento, André Ferreira (Marítimo B), na quarta, com 10,9 por cento, e Piqueti (Sp. Braga B), na quinta, com 10,5 por cento dos votos.

A votação para o prémio de Melhor Jogador Jovem é processada no site oficial do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (www.sjpf.pt).

Os cinco finalistas de cada competição nomeados para os respetivos prémios resultam do somatório das notas atribuídas pelos jornalistas dos diários desportivos A Bola, O Jogo e Record. Só os jogadores portugueses que até à data da inscrição tenham até 23 anos (inclusive) é que são considerados elegíveis.