SJPF (Lisboa, Portugal)

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol é uma associação cuja principal missão é defender os interesses individuais e colectivos dos atletas. Desenvolve diversas actividades e disponibiliza múltiplos serviços de apoio e assistência aos associados.


O SJPF tem desenvolvido diversas acções de responsabilidade social com a participação activa de jogadores de futebol e dos meios de comunicação social:

1) Como membro da FARE, a Semana Contra o Racismo e a Violência no Desporto, integrada na Semana de Acção europeia da FARE desde 2003. Essas edições reuniram uma série de diferentes iniciativas de sensibilização contra o racismo no desporto e contaram com várias parcerias (por exemplo, com a Câmara Municipal de Lisboa e a Universidade de Lisboa), patrocinadores e colaboradores. 

2) Nas escolas: Promoção do fair-play, acções de sensibilização contra a exclusão social e todas as formas de racismo.

3) Actividades de promoção da integração e da solidariedade em Timor Leste, Moçambique e Angola. 

Joaquim Evangelista e Bruno Silva são os representantes do SJPF no projecto ESPIN.

 

 

 

 

VIDC - Fair-Play (Viena, Áustria)

O VIDC tem uma longa tradição no domínio da cooperação para o desenvolvimento na Áustria e foi fundado na "Conferência para a Cooperação e Parceria Económica", que teve lugar em Julho de 1962, em Salzburgo e Viena. A organização foi fundada por Bruno Kreisky e outros políticos de destaque a partir do chamado "Terceiro Mundo" como um think-tank de cooperação para o desenvolvimento e política de desenvolvimento, tornando-se na mais antiga organização austríaca na política de desenvolvimento e cooperação.


O VIDC – Fair-Play realiza regularmente actividades de sensibilização no futebol, sendo coordenado entre 2001-2010 com o apoio da UEFA e da FARE (Rede Europeia contra o Racismo). A FARE difunde-se agora por mais de 40 países europeus e foi criada em 1999, em Viena, no âmbito do departamento Fair-Play do VIDC.


Começando em Março de 2011 e terminando em Abril de 2013, o Fair-Play coordenou o projecto Rede Europeia de Inclusão no Desporto (SPIN), financiado pela Comissão Europeia, Unidade Sport.


Em 2014, coordenou a iniciativa austríaca de Fair-Play "Nosso Jogo – Our Game", incluindo seis parceiros principais e mais de 80 outros parceiros, usando o Mundial de 2014 no Brasil para promover os direitos humanos e a inclusão no e através do desporto.


O VIDC-FairPlay está representado por Markus Pinter, Kurt Wachter, David Hudelist e Waltraut Wageneder.

 

 


FAI (Dublin, Irlanda)

A Associação de Futebol da Irlanda é o órgão responsável pelo futebol na Irlanda. Ao nível nacional e internacional, a FAI coordena o Futebol irlandês sob a administração da UEFA e da FIFA e gere a National Football League. Neste contexto, a FAI tem um papel de coordenação no que diz respeito ao Licenciamento de Clubes, bem como à ligação com os adeptos e clubes.

 

A FAI oferece também oportunidades futebolísticas para os jovens, principalmente para os que não estão envolvidos no futebol estruturado. Envolvem  os jovens de zonas desfavorecidas, as comunidades de minorias étnicas, a participação das mulheres e jogadores com deficiência para que todos tenham a oportunidade de praticar a sua modalidade.

 

Desmond Tomlinson é o representante da FAI no projecto ESPIN.

 

 

 


Camino (Berlim, Alemanha)

A Camino é uma ONG independente com sede em Berlim. O seu trabalho é especializado nas áreas de serviço social e estudos sociais, incluindo: orientação prática de pesquisa, avaliação e apoio científico para projectos e modelos de programas; desenvolvimento e implementação de medidas de qualificação; moderação dos processos de planeamento.

 

Desde 1995, a Camino realiza continuamente pesquisas e projectos de consultoria com foco na prevenção da violência e gestão de conflitos, integração, imigração e questões interculturais, trabalhando com jovens e estudos urbanos. No campo do desporto realizou os seguintes projectos de referência: Racismo no comportamento dos espectadores e desenvolvimento de estratégias que o contrariam; prevenção da violência por meio do desporto; avaliação e acompanhamento científico do comportamento dos adeptos durante o Mundial 2006 da FIFA na Alemanha; Abertura intercultural de clubes e associações. Entre Março de 2011 e Abril de 2013, a Camino foi parceira no projecto europeu "Rede de Inclusão no Desporto (SPIN)."

A Camino está representada por Sabine Behn e Tilo Sträter. 

 



MGHRO (Budapeste, Hungria)

 

A Organização dos Direitos Humanos Mahatma Gandhi é uma organização humanitária sediada em Budapeste que foi criada em 1992. O objectivo é a luta pelos direitos dos imigrantes e refugiados, para combater o racismo e a discriminação contra estrangeiros e incentivar a todos os níveis a inclusão social na sua comunidade.

 

A MGHRO implementou uma série de projectos, espaços de assistência jurídica e aconselhamento para os imigrantes e refugiados na Hungria, organizaram festivais e eventos culturais africanos, realizaram workshops e formações sobre o tema da comunidade cigana, da cultura Africana, da discriminação, da tolerância e diversidade em altas escolas de Budapeste.

 

O Presidente da MGHRO, Gibril Deen, é um membro eleito no comité Húngaro de Associações de Futebol MLSZ. A MGHRO também é membro nacional da rede FARE. A MGHRO é uma das poucas ONGs anti-discriminação liderada pelos imigrantes na Europa Central e Oriental.

 

Gibril Deen é o representante da Mahatma Gandhi Human Rights Organization.

 

 


UISP (Roma, Itália)

O Sport for All Association italiano UISP é uma associação desportiva nacional com o objectivo de alargar o direito da prática de desporto a todos e conectá-lo a problemas de saúde, qualidade de vida, educação e relações sociais. A UISP tem actualmente mais de um milhão de membros activos em 14.000 clubes desportivos em todas as 20 regiões italianas e tem 160 comités locais, envolvidos em 26 modalidades desportivas.

 

As principais actividades dos comités regionais são a gestão de clubes desportivos, serviço de desporto para todos, em especial para o grupo-alvo desfavorecidos; organização de manifestações locais e internacionais; trabalho com as associações de imigrantes.

 

Os princípios da UISP incluem a promoção do desporto para todos, sem discriminação de identidades étnicas, religião, cultura, género, idade, deficiência e orientação sexual. Promove actividades de solidariedade, de promoção do desporto em áreas de risco e iniciativas que envolvem muitas pessoas.

 

A UISP é representada por Daniela Conti, um membro eleito da rede FARE.

 

 


Liikkukaa (Helsínquia, Finlândia)

A Liikkukaa! tem mais de 5000 membros e clubes e as suas acções são de âmbito nacional em toda a Finlândia. A organização foi fundada em 1999. Desde então, a Likkulaa! org. tem organizado eventos desportivos culturais e multiculturais e participado activamente em diversos seminários e workshops sobre o multiculturalismo, quer como organizadores quer como convidados.

 

A Liikkukaa! org tem uma forte experiência nos desafios apresentados pelo multiculturalismo e na sua resolução, o que aumenta ainda mais a sua rede nacional e internacional. A Liikkukaa! Org trabalha em estreita colaboração com a SLU, a Federação Finlandesa de Desportos, e com as federações desportivas nacionais individuais, incluindo a Associação de Futebol SPL / FBF.

 

O representante da Liikkukaa! no Projecto ESPIN é Christian Thibault.

 

 




Apoio

O Projecto ESPIN conta com o apoio financeiro do programa Erasmus+ da Comissão Europeia. 

O Erasmus+ é o programa da Comissão Europeia, no domínio da Educação, Formação, Juventude e Desporto.

Este programa tem permitido a vários jovens e profissionais viver experiências enriquecedoras e desenvolver projectos únicos a nível internacional.