Opinião: “#Player’s Corner”


Joaquim Evangelista e o ciclo de conferências levado a cabo pelo SJPF.

Esta semana, o presidente do SJPF, Joaquim Evangelista, antecipa o ciclo de conferências “Player’s Corner”, promovido pelo Sindicato, no seu artigo de opinião publicado no jornal Record:

“Aproxima-se o pontapé de saída do ciclo de conferências "Player´s Corner", uma iniciativa do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol que tem como principal objetivo garantir o debate dos temas do futebol na ótica do jogador.

Este espaço pretende contrariar a falta de envolvimento dos jogadores nos temas que dizem respeito à sua própria atividade. O futebol de hoje apresenta inúmeros desafios que requerem a atenção dos verdadeiros protagonistas.

Para além da criação de um espaço de reflexão sobre os problemas da modalidade, acredito que estes eventos ajudarão a desconstruir um modelo de gestão desportiva dedicado, exclusivamente, à performance e aos resultados desportivos, alargando horizontes e contribuindo para o desenvolvimento dos temas essenciais ao jogador e ao desporto, com referência às boas práticas que marcam a diferença no plano nacional e internacional.

A primeira conferência terá lugar no próximo dia 18 de maio, no Pavilhão Multiusos de Odivelas, e será dedicada ao tema das carreiras duais no desporto e no futebol português.

Espero que o tema inaugural, pela sua importância, permita uma discussão sem preconceitos. Cada vez mais, é preciso conformar as engrenagens do futebol com a formação integral do jogador, de modo a assegurar-lhe um futuro profissional para além, e através, do desporto.

Neste evento que reunirá instituições desportivas e de ensino, entre outros convidados, será apresentado o projeto GOAL, que o Sindicato integra de forma estratégica com o intuito de potenciar a formação e a empregabilidade do jogador no pós-carreira.

Por último, foco-me nos desfechos do último fim-de-semana. No desporto, parabéns ao Benfica e, em particular, aos seus jogadores, pela renovação do título de campeão nacional.

Na música, parabéns ao Salvador Sobral pela vitória inédita no Festival Eurovisão da Canção. A celebração desta vitória europeia reportou-me para a conquista do título europeu pela seleção de futebol, em França. Somos um povo de enorme resiliência, embora nem sempre justos com os nossos atletas ou artistas. Vitórias como estas são uma forma de expressão da cultura portuguesa e devem levar-nos a valorizar este enorme legado comum.”